• denuncias
  • peticionamento
  • protocolo
  • Mediação
  • ouvidorianovo
  • mov procedimentos
  • autenticidade de documentos
  • lgpd
  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • liberdade sindical
  • meio ambiente
  • promocao igualdade
  • trabalho escravo
  • trabalho infantil
  • trabalho portuario
  • Confira o funcionamento do MPT em Mato Grosso
  • Saiba como acionar o plantão do MPT em Mato Grosso
  • Cadastro de órgãos e entidades que poderão ser beneficiados com destinações do MPT em Mato Grosso
  • Coronavírus: veja aqui as notas técnicas e as recomendações do MPT
  • Ouvidoria do MPT divulga cartilha com características e informação sobre seu funcionamento

MPT acompanha assinatura de entendimento entre governo e OIT para promoção do trabalho decente

03/02/2015 - O Ministério Público do Trabalho em Mato Grosso (MPT-MT) participou, na tarde da última segunda-feira (2), no Palácio Paiaguás, de ato solene para assinatura de memorando de entendimento entre o Estado de Mato Grosso e a Organização Internacional do Trabalho (OIT) para retomada da Agenda do Trabalho Decente, cuja construção foi iniciada em 2009, sem que sua implementação ocorresse de maneira efetiva. O procurador-chefe em exercício do MPT-MT, Renan Kalil, e o procurador do Trabalho e representante da Coordenadoria Nacional de Erradicação do Trabalho Escravo (Conaete) do MPT, Thiago Gurjão, prestigiaram o evento.

O documento, assinado pelo governador Pedro Taques, pela diretora da OIT- Brasil, Laís Abramo, e pelo secretário de Estado de Trabalho e Assistência Social (Setas), Valdiney de Arruda, consolida parceria para efetivação de uma política integrada e inclusiva de trabalho, assistência social e promoção da cidadania. O memorando visa, ainda, planejar e implantar iniciativas para erradicar o trabalho infantil e o trabalho forçado e diminuir os índices de acidentes de trabalho, além de garantir a inclusão social e profissional de pessoas em situação de vulnerabilidade.

Para o procurador Renan Kalil, a medida é importante para que as relações de trabalho no Estado de Mato Grosso evoluam, respeitando princípios fundamentais, como o da dignidade da pessoa humana. “O conceito de trabalho decente é central na Organização Internacional do Trabalho. Envolve uma dimensão quantitativa, que se relaciona com o número de empregos existentes, e uma dimensão qualitativa, que versa sobre as condições de trabalho. A retomada da Agenda do Trabalho Decente, em conjunto com a reativação da Coetrae, poderá oferecer mecanismos para o combate da exploração ilícita da mão de obra, como o trabalho escravo e o trabalho infantil, bem como para a promoção de ações com o objetivo de prevenir a ocorrência destas situações que desrespeitam a dignidade do trabalhador”.

A solenidade ainda contou com a presença do secretário de Estado de Justiça e Direitos Humanos, Márcio Dorileo, da desembargadora do Tribunal Regional do Trabalho de Mato Grosso (TRT-MT), Eliney Bezerra Veloso, do superintendente regional do Trabalho e Emprego (SRTE-MT), Eduardo Driemeyer, e do secretário de Assistência Social de Cuiabá, José Rodrigues Rocha Júnior.

Leia também: Em cerimônia de reativação da Coetrae-MT, MPT defende direito à informação e "lista suja" do trabalho escravo

Informações: Ministério Público do Trabalho em Mato Grosso (MPT-MT)

Contato: (65) 3613-9152 | www.prt23.mpt.mp.br | twitter: @MPT_MT | facebook: Ministério-Público-do-Trabalho-em-Mato-Grosso

Imprimir

  • banner abnt
  • banner transparencia
  • banner pcdlegal
  • banner mptambiental
  • banner trabalholegal
  • banner radio
  • Portal de Direitos Coletivos