MPT recomenda que supermercados e postos de combustíveis de Sinop adotem medidas de prevenção e combate à Covid-19

22/04/2020 - O Ministério Público do Trabalho em Mato Grosso (MPT-MT) expediu notificações recomendatórias aos sindicatos representativos das categorias econômicas de supermercados e postos de combustíveis em Sinop (Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis - Sindipetroleo/MT e Sindicato do Comércio Atacadista e Distribuidor do Estado de Mato Grosso - Sincad/MT), para que sejam adotadas medidas de prevenção e contenção da propagação do novo coronavírus em tais estabelecimentos empresariais.

Continue Lendo

Imprimir

MPT faz recomendação à Sesp e pede medidas de prevenção e controle da pandemia da Covid-19 em estabelecimentos prisionais de MT

22/04/2020 - O Ministério Público do Trabalho em Mato Grosso (MPT-MT) expediu recomendação à Secretaria de Estado de Segurança Pública do Mato Grosso (Sesp) para que sejam adotadas, em caráter de urgência, medidas de prevenção e combate à propagação do novo coronavírus nas unidades prisionais, com foco na preservação da saúde de agentes penitenciários e trabalhadores terceirizados de tais estabelecimentos.

Continue Lendo

Imprimir

Trabalho infantil é tema de palestra para conselheiros de Sinop e Santa Carmem

18/12/2019 - Conselheiros tutelares e suplentes eleitos dos municípios de Sinop e Santa Carmem, além de conselheiros de Direito do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), receberam, na semana passada, uma capacitação sobre trabalho infantil, com exposição dos prejuízos decorrentes dessa exploração e orientações para os agentes sobre as ações a serem adotadas para fortalecer o combate à exploração da mão de obra da criança e do adolescente.

Continue Lendo

Imprimir

Município de Sorriso é condenado por irregularidades na segurança do trabalho

Também acionada na Justiça, a cooperativa prestadora do serviço firmou acordo se comprometendo a adotar as medidas de proteção para o setor elétrico

10/12/2019 - O descumprimento de normas relacionadas à saúde e segurança para os trabalhadores da área de iluminação pública da cidade de Sorriso levaram a Justiça do Trabalho a condenar o Município a pagar 30 mil reais a título de danos morais coletivos. O poder público municipal também terá de assegurar que empresas contratadas para realizar esses serviços cumpram uma série de 29 obrigações para a proteção de seus empregados.

Continue Lendo

Imprimir