• denuncias
  • peticionamento
  • Mediação
  • mov procedimentos
  • autenticidade de documentos
  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • liberdade sindical
  • meio ambiente
  • promocao igualdade
  • trabalho escravo
  • trabalho infantil
  • trabalho portuario
  • CorridaTrabalhoDestaque
  • Grupo econômico familiar de MT é condenado a pagar R$ 6 milhões por trabalho escravo
  • Prorrogadas as inscrições para o Prêmio MPT de Jornalismo 2018
  • MPT em Quadrinhos: nova edição aborda os 30 anos da Constituição
  • MPT ministra palestra na II Semana Jurídica promovida pelo Tribunal Regional do Trabalho de Mato Grosso
  • Corrida do Trabalho de Sinop está com inscrições abertas
  • MPT participa de Fórum e fala sobre os desafios para inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho
  • Trabalhadores do Ceará transportados em baú de caminhão são resgatados em Sinop
  • Hospital Regional de Colíder firma TAC com MPT e se compromete a combater assédio sexual no ambiente de trabalho
  • Aviso: ex-trabalhadores da Sadia de Cuiabá devem procurar Justiça do Trabalho para receber valores
  • Consórcio intermunicipal é condenado pela Justiça a realizar concurso público e a pagar R$ 300 mil por contratar profissionais de saúde ilegalmente
  • Frigorífico é condenado a construir creche e a pagar R$ 500 mil por danos morais coletivos
  • MPT aciona Município de Alto Araguaia na justiça por irregularidades no meio ambiente do trabalho
  • Instituições alertam partidos para irregularidades na contratação de ‘cabos eleitorais’
  • MPT e Comitê Multi-institucional de Alta Floresta destinam R$ 1,7 mi a projetos sociais
  • MPT, MPF e MTb emitirão recomendação a partidos sobre uso de trabalho infantil nas eleições
  • Nota de Repúdio ao Pacote do Veneno
  • Resultado de pesquisa na Bacia do Juruena é divulgada em reunião do Fórum Mato-Grossense de Combate aos Impactos dos Agrotóxicos

MPT participa de ação comunitária em bairro carente de Cuiabá

07/11/2017 - O Ministério Público do Trabalho de Mato Grosso (MPT-MT) participou, no dia 23 de outubro, do mutirão do programa Justiça Comunitária, uma ação integrada que reuniu cerca de 100 parceiros. A entidades ofereceram serviços gratuitos como emissão de segunda vias de documentos, cortes de cabelo, consultas médicas e orientações jurídicas e de saúde bucal. Ao todo, mais de mil pessoas foram atendidas. A ação foi realizada no Centro Comunitário da Capela São Pedro, no bairro Pedra 90.

O procurador-chefe Marcel Bianchini Trentin juntamente com as servidoras Vanessa Manzano, Aressa Fernandes, Carla Matos, Laís Kobayashi e a procuradora Ludmila Pereira Araujo, lotada na PRT 14ª Região; estiveram presentes na ação. Eles distribuíram materiais de conscientização sobre os prejuízos do trabalho infantil e esclareceram dúvidas relativas à atuação no MPT.

Nesta ação participaram, além do MPT, representantes da Defensoria Pública, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), médico, dentistas, Centro de Referência e Assistência Social (CRAS) do Pedra 90, Delegacia da Polícia Comunitária da Policia Civil, Secretaria Municipal de Saúde de Cuiabá, Policiamento Montado Cavalaria, Óticas Lunettes, MT Mama, Céu Azul, Secretaria municipal de Serviços Urbanos.

Informações: Ministério Público do Trabalho em Mato Grosso (MPT-MT)

Contato: (65) 3613-9166 | www.prt23.mpt.mp.br | twitter: @MPT_MT | facebook: MPTemMatoGrosso

Imprimir

  • banner abnt
  • banner transparencia
  • banner pcdlegal
  • banner mptambiental
  • banner trabalholegal
  • banner radio
  • Portal de Direitos Coletivos